Instagram: está se tornando a TV dos dispositivos móveis?

Instagram: está se tornando a TV dos dispositivos móveis?

Eu li uma frase interessante outro dia: o feed comum do Instagram está ficando chato, já que todo mundo está mexendo com vídeo na plataforma.

A observação se refere a dois lançamentos do Instagram (IG) nas últimas duas semanas: o IGTV e a música no Instagram Stories. O site, que pertence ao Facebook, está intensificando sua briga com o YouTube.

Se antes eram permitidos filmes de até um minuto, o IGTV é um aplicativo separado que permite a reprodução de vídeos de até uma hora. UMA HORA! É um monte de lixo vindo em nossa direção.

As primeiras postagens são basicamente isso. Mas pode-se ver que algumas grandes marcas já estão tendo impacto: o Real Madrid postou um vídeo de agradecimento a Christiano Ronaldo de seis minutos que teve 710 mil visualizações nas primeiras 14 horas.

Alguns vídeos antigos foram reaproveitados; o vídeo de Back to the Future, de Madonna (16 minutos), teve 89 mil visualizações em um dia.

Há muita atenção: criei um canal para @VisitShaftesbury (513 seguidores no IG) e filmei a página do Facebook rolando – a primeira visualização no IGTV aconteceu em nove minutos!

Moda para adolescentes, maquiagem, música e dança estão tendo destaque e se saindo bem. Não vi muitas evidências de conteúdo de viagens, embora o influente @budgettraveller tenha postado dois vídeos da Holanda e da Alemanha, obtendo centenas de visualizações – cifras respeitáveis.

Você pode optar por assistir a vídeos daqueles que segue ou por ver conteúdo popular e sugerido. Também pode acessar o IGTV a partir de um botão no topo da sua página do IG.

“O YouTube pode sempre ter uma variedade maior de conteúdo, mas, por meio da organização de conteúdo de vídeo por criadores e editores, o Instagram pode se tornar o local confiável para assistir a algo grande na tela pequena”, diz um relatório no Techcrunch, que afirma que o IG pode se tornar a “TV dos dispositivos móveis”.

O IG deu seguimento ao lançamento apenas uma semana depois, anunciando a opção de adicionar música ao IG Stories. Um bilhão de pessoas usam o IG, e 400 milhões delas usam o IG Stories.

O Facebook fechou acordos com várias gravadoras para licenciar músicas, de modo que você possa adicionar Ed Sheeran ou Guns N’ Roses ao seu vídeo (aliás, o FB não está mais removendo postagens com suspeita de violação de direitos autorais de músicas).

Uma boa explicação de como usar o novo recurso foi publicada em Later.com e indica que, inicialmente, ele está disponível apenas em seis países, entre os quais o Reino Unido e os EUA. Também é apenas para iOS, no momento.

“Uma das coisas mais inteligentes que o Instagram já fez foi lançar o IG Stories, cuja ideia foi basicamente tirada do Snapchat”, comenta Yoni Heisler em bgr.com.

E ele não parou, desde então: além dos dois desenvolvimentos, na mesma semana o IG também lançou um chat de vídeo no qual até quatro pessoas podem se conectar pela plataforma.

São grandes passos para tirar os adolescentes totalmente da TV e levá-los ao vídeo móvel, sendo que a publicidade sem dúvida será introduzida no IGTV – dinheiro que anteriormente ia para a TV tradicional ou para o YouTube.

Numa reportagem publicada no The Guardian, o Pew Research Center diz que 72% dos jovens dos EUA com idade entre 13 e 17 anos já usam o Instagram, que está atrás só do YouTube, com 85%.

Outra estatística ajuda a explicar o desenvolvimento acelerado do Instagram por parte do Facebook: apenas 51% das pessoas desse grupo usam o FB, em comparação com 71% numa pesquisa similar do Pew em 2014-2015.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.