WTM Latin America encerra primeiro dia do evento

WTM Latin America encerra primeiro dia do evento

Pavilhão cheio, presença de autoridades, otimismo de expositores e muito conteúdo marcaram abertura da feira

São três dias intensos que pautam agendas com foco total em geração de negócios, networking e muito conteúdo. Até quinta-feira (04), o Expo Center Norte, em São Paulo, é palco da WTM Latin America, principal evento de viagens e turismo da América Latina voltado para o público B2B, que chega a sua 7ª edição. Este ano, o pavilhão recebe 600 expositores de 50 nacionalidades, que durante os três dias do evento apresentam as novidades para um público qualificado e com alto potencial para geração de negócios.

A abertura do evento, que contou com a presença do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e autoridades de diversas regiões do país, reforçou a mensagem do quão estratégico a indústria do turismo é para a geração de emprego, renda e desenvolvimento da economia do País.

Na sequência da abertura oficial do evento, o Secretário de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz seguiu para uma coletiva de imprensa onde mais uma vez enalteceu o papel estratégico do turismo, em especial, para o desenvolvimento da atividade no Estado de São Paulo. Lummertz anunciou o lançamento de uma nova marca para o Estado de São Paulo. “Somos uma das seis maiores áreas urbanas no planeta ao lado da Mata Atlântica. É uma diversidade de parques, serras, águas, isso sem falar das riquezas gastronômicas como do café, vinho. A marca vai além da logo, é um novo conceito que será levado pelas campanhas” contou o Secretário.

A agenda seguiu com muito conteúdo de qualidade voltado para o desenvolvimento profissional da indústria que teve a oportunidade de interagir com painelistas e apresentações de cases bem sucedidos nas diversas áreas de atuação do setor.

Um dos destaques do dia foi o painel de debates Women in Travel. Alessandra Alonso, fundadora da empresa social que deu nome ao painel, abriu a conferência afirmando que mulheres “precisam ocupar não apenas cargos operacionais, mas também de gerência e comando”, e mediou a conversa entre as quatro conferencistas acerca do que é necessário para prosperar como empreendedora no ramo de viagens e turismo.

Flávia Matos, Gerente de Políticas Públicas Brasil da AirBnB, deu dicas de postura para as empreendedoras presentes e Ana Clévia Guerreiro, representante do Sebrae, que falou sobre educar nosso olhar para ver as possibilidades de mudança social que estão à frente. A conferencista Mariana Aldrigui, professora e pesquisadora da USP, falou sobre o papel das mulheres de empoderar umas às outras. Já Marianne Costa, fundadora da Vivejar, acredita fortemente no turismo como forma de evolução social.

A Corporate Travel Area, recebeu o Fórum ABRACORP com o tema Governança & Compliance no Cenário das Viagens Corporativas. A palestra conduzida por Carlos Alberto Ercolin, coordenador do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) no Paraná. Ercolin falou sobre o compliance das empresas, explicando a diferença entre “estar em compliance” e em “ser compliance”. Após a apresentação, Eduardo Murad, diretor executivo da ALAGEV – Associação Latino Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas, Rodrigo Sienra, gerente de vendas da Delta Airlines e Peterson Prado, diretor da AVIPAM, se juntaram a Ercolin para participarem de um debate e de uma sessão de perguntas e respostas relacionas ao tema com o público.

Finalizando o primeiro dia, Gustavo Pinto conselheiro do Programa de Turismo Responsável da WTM Latin America, anunciou o Prêmio de Turismo Responsável, que a partir de 2020 premiará em quatro categorias os primeiros vencedores.  O lançamento contou, também, com ganhadores dos prêmios realizados em Londres, como Juliane Salvadori e Marcos Soares – vencedores em 2013 na categoria Melhor Destino para Turismo Responsável – e João Vasconcellos de Oliveira – vencedor em 2018 pelo World Animal Protection. Segundo Juliane, “o prêmio faz com que o ganhador se posicione para o mercado e para o mundo de um jeito diferenciado”.

De acordo com Luciane Leite, diretora da WTM Latin America, a 7ª edição do evento mantém a proposta de levar a América Latina para o mundo e trazer o mundo para a América Latina. “Estamos muito contentes com o feedback recebidos. De modo geral, há visitantes e expositores satisfeitos com a entrega do evento e com a qualidade dos encontros gerados com um público altamente qualificado. Fechamos este primeiro dia com corredores cheios e boas projeções de negócios” comenta a executiva.

O que se viu no pavilhão

Como uma grande vitrine para o estabelecimento de novos negócios, a WTM Latin America trouxe destinos, ofertas e tecnologias, reunidas. Dentre os expositores, uma palavra usada frequentemente foi “experiência”, com serviços e produtos focados em desvendar o que as pessoas de negócios e os turistas esperam, por meio de plataformas, arquiteturas, sistemas, serviços ou até mesmo aplicativos que façam isso acontecer.

Cristina Vieytes, da Ravex Travel Agency, expositora no estande da Tailândia, é uma das que reforçou a importância de roteiros que focam na experiência. “Entrar em contato direto com a gastronomia local, com a cultura, com o povo. É isso que estamos oferecendo cada vez mais”. A inovação de fato está em pensar no que as pessoas querem fazer, e não em onde querem ficar ou como querem viajar.

Seguindo a linha de focar na experiência, a Movida, locadora de automóveis, usou a feira para apresentar sua nova campanha “Muito além do carro”. “Somos a única locadora do Brasil que trabalha com outros transportes além do carro”, conta a Analista de Trade Marketing, Aline Queiroz. É possível alugar uma bicicleta online em São Paulo ou no Rio de Janeiro e, no Museu do Amanhã, um trikke.

O turismo é um setor que impacta direta ou indiretamente mais de 50 setores do mercado, sendo atividade responsável por gerar um a cada dez postos de trabalho. Mario D’Andrea, Secretário de Turismo de Entre Ríos e expositor no estante da Argentina, acredita que feiras como a WTM são ótimos espaços para aproximar contatos e fortalecer negócios. “Expor na WTM Latin America é sempre uma experiência positiva”.

É o mesmo caminho seguido por Mariana Roveda Divan, diretora da Mala de Pandora, e Anna Paula Cesário, da Royal Palm Hotels & Resorts, trazendo para feira diversas modalidades de orçamentos para ajudar os agentes de viagem a montar roteiros, além de mapas turísticos e informativos das diversas regiões.

Praias, cordilheiras, florestas tropicais, paraísos naturais. O Brasil tem muito a oferecer quando o assunto é turismo sustentável. Além das belezas naturais, alguns estandes dos estados focaram em trazer ingredientes típicos para apresentar aos visitantes. No estande do Pará, por exemplo, o chef Ricardo Frugoli trouxe mais 140 quilos de delícias do estado, levando tucupi, castanha e boas doses das descontrações que só o povo nordestino tem. Já no estande de Foz do Iguaçu, a Secretaria do Turismo trouxe parceiros dos hotéis e dos parques para ajudar a divulgar o destino e apresentar as maravilhas naturais do local.

Depois de sediar os jogos de 2018, Moscou ganhou novos olhares para os viajantes. Em seu primeiro ano como destino expositor, o estande trouxe interação e imersão. Alguns exemplos de atividades são a Festa do Chá, com degustação da bebida tradicional e doces típicos preparados na hora pela chef Giselle Magdieva. Há também show de baterias e a chance de vivenciar a cidade em 3D, por meio de realidade aumentada. Outro destino que trouxe a experiência gastronômica é a Etiópia, com a cerimônia de servir café, em que os grãos são escolhidos, torrados e moídos na hora.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.