Turismo responsável é resiliência

Turismo responsável é resiliência

As mudanças repentinas causadas pela pandemia em 2020 nos forçaram a repensar inúmeras vezes como seria o formato da entrega do WTM Latin America Responsible Awards, inicialmente programado para abril do ano passado.

Claro, este processo foi desafiador para nós: nossa expectativa com a primeira edição deste prêmio para a América Latina era enorme – um tema tão urgente e com tantos casos inspiradores do nosso continente para trazer ao nosso show em São Paulo! Imaginar como mostrar essas histórias ao nosso público em meio à crise causada pela COVID-19 passou a ser algo delicado, quando a prioridade do setor de turismo era simplesmente sobreviver em um mundo sem viagens.

Começamos 2021 com o receio de um evento datado: nossos 14 finalistas, espalhados pelo continente, certamente já não viviam a mesma realidade do dia em que nosso júri se reuniu no dia 18 de fevereiro do último ano para eleger os ganhadores dos prêmios. Decidi então começar o mês de janeiro visitando os websites e redes sociais de todos eles. Não poderia começar o ano de melhor forma: aprendi que fazer um turismo mais responsável é também mostrar-se com uma nata resiliência.

O foco no respeito à biossegurança de comunidades dos destinos fizeram programas de turismo serem completamente alterados para muitos dos finalistas, como a Awake Travel, Travolution e – com uma grande prioridade no mercado doméstico, mostrando destinos para seus próprios residentes, com o olhar local.

Outros se adaptaram e passaram a investir em alternativas como o Complexo Turístico Itaipu que traz programas virtuais sobre suas impressionantes instalações e a Awamaki, que reforçou sua história com o artesanato e faz com que a experiência do viajante aconteça em casa, em companhia das meias, cachecóis e até mesmo as máscaras de proteção feitas pelas mulheres beneficiadas em seus programas de qualificação profissional e empoderamento – aproveite, todo seu artesanato  pode ser comprado online e chegam a qualquer parte do mundo!

Destinos como Costa Rica, a Reserva Biológica Huilo Huilo e o Corredor Pájaros Pintados no Uruguai seguem a oportunidade de mostrar seus atrativos para sua própria população – o que reforça o sentimento de pertencimento e conservação de recursos naturais.

A resiliência é ainda mais inspiradora nos casos de iniciativas que, frente aos desafios pandêmicos, se adequam aos protocolos de biossegurança e seguem operando regularmente, como o Brasil Food Safaris, os Sítios WAO e a Fundación Teatro del Lago . Já a La Mano del Mono juntou-se a outras iniciativas no México durante o isolamento social para criar o projeto “Turismo del Futuro“, convocando o trade para “construir juntos o futuro que sonhamos”; e a Fundación Puntacana passou a assistir as comunidades dos destinos em que atua para amenizar os efeitos da pandemia.

Para que os vencedores da primeira edição dos prêmios latino-americanos tenham o devido reconhecimento pelos esforços da tomada de responsabilidade pelos impactos causados em destinos turísticos, iremos realizar uma cerimônia virtual de entrega dos prêmios no dia 29 de abril de 2021. Nesta data iremos celebrar a nossa indústria, que se mostrou resiliente frente aos desafios de 2020 e retomar a agenda do turismo responsável, dando luz a todos os finalistas do WTM Latin America Responsible Tourism Awards.

Reserve esta data e contamos com sua participação, onde quer que esteja na América Latina! Lembrando que A WTM Latin America 2021 está programada para 03 a 05 de agosto, quando teremos mais uma edição dos painéis de turismo responsável.

As opiniões expressas neste texto são do autor e não refletem, necessariamente, a posição da WTM Latin America.

Tagged .

Conselheiro de Turismo Responsável, WTM Latin America Mestre em Turismo Responsável pela Manchester Metropolitan University - Reino Unido. Fundador da Inverted America, uma agência de consultoria e viagens para o turismo responsável em toda a América do Sul. Membro fundador da Muda! Coletivo Brasileiro para o Turismo Responsável. Membro do Centro Internacional de Turismo Responsável (ICRT) e do ICRT Brasil. Especialista em Gestão de Projetos Sociais - PMD Pro.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.