O Equador conta com um selo que certifica a biossegurança “Local Seguro – Safe Place”

O Equador conta com um selo que certifica a biossegurança “Local Seguro – Safe Place”

*Por CAPTUR (Câmara Provincial de Turismo Pichincha)

O Equador gerou notícias com impacto negativo no exterior, nos principais mercados emissores de turistas, e também no mercado nacional. Portanto, é necessário recuperar a CONFIANÇA desses mercados por meio da implementação de práticas e padrões, protocolos ou regras de biossegurança que minimizem as infecções por COVID-19 em nossos destinos, tanto para o turista como para a comunidade anfitriã e nossos trabalhadores.

O setor privado de turismo é organizado no Equador por meio da FENACAPTUR, associação que reúne todas as câmaras provinciais, seções cantonais e agremiações especializadas do turismo, em conjunto com as quais propõe este selo. As agremiações proponentes são: Federação Hoteleira (AHOTEC), Associação de Hotéis de Quito (HQM), Organização de Restaurantes (ORP), Associação de Atacadistas (ASOMATUR), Agência de Convenções de Quito (BCIQ), Associação de Operadores Receptivos (OPTUR) e Associação de Fazendas, além da Câmara de Turismo de Galápagos (CAPTURGAL), com as quais o seguinte Selo de Biossegurança é apresentado ao mundo e ao Equador.

Para a implementação deste selo e a verificação ou auditoria, foi feita uma seleção das melhores certificadoras nacionais e internacionais, tendo sido selecionadas duas organizações que são as mais prestigiadas, reconhecidas e respeitadas nos âmbitos mundial e local: Bureau Veritas, com atuação no mundo desde 1828, e Food Knowledge, a única organização nacional com credenciamento estadual para certificar restaurantes e estabelecimentos de alimentação coletiva.

Hotéis, restaurantes, embarcações em Galápagos e na Amazônia, agências de viagens, locadoras de veículos e provedores de turismo que atendam aos requisitos estabelecidos serão certificados e também promovidos para os mercados nacional e internacional como locais seguros e confiáveis.

O interesse do setor privado de turismo organizado é que os nossos estabelecimentos possam informar os mercados nacional e internacional de que não só cumprimos os protocolos e regulamentos de biossegurança determinados pelo Estado, mas que avançamos em direção à excelência através de revisão e auditoria de mais de 10 pontos sensíveis dos estabelecimentos nos quais fazemos verificações especiais para assegurar a nossos clientes, turistas nacionais e estrangeiros, que, com profissionalismo e técnica, oferecemos nossos serviços especializados, cuidando dos passageiros, de nossos colaboradores e da comunidade anfitriã em todo o nosso território.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.