Chile: Turismo ao ar livre

Chile: Turismo ao ar livre

*Por FEDETUR (Federação de Empresas de Turismo do Chile)

À medida que os dados da saúde melhoram no Chile no que diz respeito ao controle da pandemia, começa a ser implantado um plano de desconfinamento gradual denominado “Passo a passo”, o qual inclui cinco etapas e uma reabertura gradativa da atividade turística no país.

Há muito tempo, a indústria vem se preparando para isso; em conjunto com o governo, ela definiu protocolos de segurança sanitária que vão sendo implementados à medida que são reabertos os diferentes segmentos do turismo, como hospedagem, restaurantes, operadoras de turismo e transportes.

Isso com o intuito de garantir aos visitantes, tanto nacionais como estrangeiros, que contarão com todas as medidas necessárias para reduzir os riscos de contágio durante as suas viagens pelo território nacional.

Para essa fase pós-pandemia, o Chile tem um atrativo muito importante, já que possui as condições ideais para um turismo bem mais seguro, por contar com uma ampla oferta de destinos nos quais se pode fazer turismo ao ar livre e de natureza. Isso permite garantir a distância social e evitar aglomerações, algo que será fundamental até que esteja disponível uma vacina ou um tratamento definitivo contra o coronavírus.

A geografia singular do país, com paisagens tão diversas, formadas por desertos, montanhas, mar, rios, lagos, vulcões, parques nacionais e tantos outros atrativos, é uma oportunidade única de conhecer lugares ímpares em contato direto com a natureza e de descobrir recantos maravilhosos, repletos de contrastes.

O Chile tem destinos de sonho; por isso, a indústria local está realizando uma campanha promocional que convida justamente a “Sonhar com o Chile”. Trata-se de uma série de encontros destinados à promoção internacional, denominados “I Dream of Chile Sessions”.

O objetivo é promover o destino Chile em âmbito mundial e reforçar o turismo nacional em sessões que permitem aos associados da FEDETUR chegar a uma dezena de mercados internacionais, que são organizadas por temas e nas quais se atualiza o canal de marketing sobre as novidades e atrações que o Chile tem disponíveis para quando começar a reabertura do turismo nacional.

O objetivo dessas oficinas é que os agentes internacionais mantenham o Chile atualizado como destino turístico dentro da oferta que fazem e que promovam visitas ao país entre seus clientes para quando as fronteiras forem abertas.

As próximas sessões serão realizadas com agentes da região, inclusive Brasil e Estados Unidos, em um cronograma que vai inicialmente até outubro, mas que se pretende estender, dado o grande interesse que existe em participar desses webinars e em virtude das expectativas de retomada das atividades após uma pausa longa e inesperada.

De fato, nas quartas-feiras de agosto haverá sessões voltadas ao mercado brasileiro, com encontros que terão início às 9h30 no Chile e às 10h30 no Brasil. Os interessados em participar podem se inscrever preenchendo o seguinte formulário (aqui)

Não percam, esperamos vocês!!!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.